Cidadão do Mundo: jovens selecionados para a 6ª edição do programa embarcam em junho para intercâmbio

Acessar fotos
1/06/2022

Cinquenta estudantes maranhenses selecionados para participar da 6ª edição do Programa Cidadão do Mundo embarcam, neste mês de junho, para a França, Argentina e África do Sul para um intercâmbio de três meses. Selecionados em 2020 para participar do programa, os jovens tiveram o intercâmbio adiado por conta da pandemia de Covid-19. 

Este ano de 2022 marca a retomada do programa, que já beneficiou cerca de 450 jovens desde o seu lançamento no ano de 2015. Como o embarque acontecerá neste mês, os selecionados já foram convocados para participar de reuniões de orientação com a equipe da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), executora do programa. 

Durante as reuniões, que acontecem na sede da Secti, em São Luís, os participantes do programa recebem informações sobre o período de intercâmbio, hospedagem, escola que irão frequentar, os principais desafios que poderão encontrar, entre outros assuntos. 

“É com muita alegria que retomamos o Cidadão do Mundo, um programa de muito êxito do Governo do Maranhão. Nossa missão é fornecer as ferramentas para que esses jovens tenham uma ótima experiência e muito aprendizado ao longo desses meses”, afirmou secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles.

Os participantes receberão bolsa auxílio no valor de R$ 4.500,00 para serem utilizados durante o período em que estiverem no exterior, por intermédio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). Dos 50 jovens selecionados, 25 farão intercâmbio para aprender inglês, 15 para espanhol e 10 para francês.

O Programa

O programa Cidadão do Mundo tem como objetivo oferecer intercâmbio internacional com foco em idiomas estrangeiros (Inglês, Francês e Espanhol) a jovens maranhenses entre 18 e 24 anos. Eles devem ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), serem alunos egresso do ensino médio da rede pública de ensino ou de instituições de ensino vinculadas a entidades paraestatais ou a fundações sem fins lucrativos.